7 dúvidas principais sobre o assunto

Por

Ao lidar com suas obrigações fiscais junto à Receita Federal, é comum surgirem algumas questões relevantes. Por exemplo, se você recebe pagamentos como Pessoa Física de outra Pessoa Física, acima de R$2.112,00 mensais, é provável que precise preencher o Carnê-Leão. Este procedimento deve ser realizado mensalmente, e caso seja necessário efetuar o pagamento de impostos, é possível fazê-lo até o último dia útil do mês subsequente.

Se você se enquadra nessa situação, veja a seguir informações essenciais sobre o funcionamento do Carnê-Leão, instruções precisas para o preenchimento online e as consequências caso a declaração não seja realizada.

Pontos de interesse que podem ser úteis:

1. O que é o Carnê-Leão?

Para os profissionais autônomos que recebem pagamentos como Pessoa Física, o Carnê-Leão é o método utilizado para efetuar o pagamento mensal do Imposto de Renda. Enquanto os empresários e trabalhadores com carteira assinada realizam o pagamento dos impostos de forma mensal, através de desconto automático em folha ou pelo Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), como no caso dos Microempreendedores Individuais (MEI). O Carnê-Leão é obrigatório para todos que recebem mais de R$2.112,00 mensais, incluindo:

– Pessoas que recebem de outras Pessoas Físicas;
– Profissionais do transporte de cargas;
– Leiloeiros;
– Funcionários do sistema judiciário, como tabeliães, oficiais, notários, entre outros;
– Produtores rurais;
– Locadores de imóveis;
– Recebedores de pensão alimentícia.

2. Quem está isento?

A obrigação de preencher o Carnê-Leão não se aplica a Pessoas Físicas que recebem de Pessoa Jurídica ou que possuem um vínculo empregatício com outra Pessoa Física. Por exemplo, se você é jardineiro, trabalha como autônomo e possui contrato com outra pessoa física, não há a necessidade de se preocupar com essa declaração. No entanto, é fundamental verificar os critérios para declaração do Imposto de Renda de 2024, pois caso os rendimentos anuais ultrapassem R$30.639,90, a declaração se torna obrigatória.

3. Consequências de não declarar

O não cumprimento do pagamento do Carnê-Leão pode resultar na inclusão do contribuinte na malha fina da Receita Federal, acarretando em possíveis multas. Como os dados fiscais dos contribuintes são regularmente verificados, qualquer discrepância nas informações pode levar a uma investigação. Além disso, a omissão dos rendimentos pode ser interpretada como sonegação, sujeitando o contribuinte a penas que variam de 2 a 5 anos de prisão.

Enviar pelo WhatsApp compartilhe no WhatsApp

4. Preenchimento online do Carnê-Leão

Sim, é possível realizar o preenchimento do Carnê-Leão de forma online desde 2021, através do Portal e-CAC. Para isso, siga os passos abaixo:

1. Acesse o Portal e-CAC e realize o login;
2. Selecione a opção “Meu Imposto de Renda”;
3. Clique em “Declarações”;
4. Acesse a seção “Acessar Carnê-Leão”.

5. Rendimentos não lançados

Caso ocorra o esquecimento de lançar algum rendimento, é possível corrigir a situação. Basta acessar o Portal e-CAC, abrir o livro caixa do mês pertinente e adicionar o rendimento omitido.

6. Cálculo do valor a ser pago

Através do Portal e-CAC, é viável simular o valor a ser pago no Carnê-Leão, seguindo a alíquota utilizada no Imposto de Renda e o rendimento mensal como base de cálculo.

7. Deduções fiscais no Carnê-Leão

Assim como no Imposto de Renda, é possível deduzir determinadas despesas no Carnê-Leão. Utilizando o mesmo Portal e-CAC para o preenchimento, é viável lançar essas despesas, incluindo gastos relacionados a:

– Dependentes;
– Pensão alimentícia;
– Contribuições para o INSS;
– Custos necessários para o exercício da profissão, como aluguel, despesas com energia, IPTU, salários de funcionários e aquisição de material de trabalho.

Não tenha dúvidas ao preencher o Carnê-Leão:
– É obrigatório para Pessoa Física que recebe de outra Pessoa Física e obtém mais de R$2.112,00 mensalmente;
– O preenchimento pode ser efetuado online, por meio do Portal e-CAC;
– A ausência de declaração pode acarretar em problemas fiscais, incluindo a possibilidade de investigação por sonegação de impostos;
– Para mais informações sobre como gerar o código de acesso e-CAC, acesse o sistema da Receita Federal e fique por dentro das novidades.

Certifique-se de cumprir suas obrigações fiscais de forma correta e eficiente, evitando transtornos futuros e garantindo o cumprimento das determinações legais pertinentes. A correta prestação de contas é essencial para manter a regularidade fiscal e evitar problemas desnecessários.

📂 Informações Diária